15 – A Start-up Ancap do Marx Zukerberg. Pode Isso?

CHEGA MAIS OUVINTES! Solta o play que hoje vamos mexer a raba com @ArmandoGalleni e @EscudoCarvalho! Vem com a gente comer taco bell de nutella, contemplar a flor da vergonha do Pablo Micasso, abrir startup no kickstarter de Guarulhos, virar punk careta que não bebe e nem fuma, e lavar o pé meu querido pé com o Julio na gaita a bicharada no co co coral, cocoricó!… LER MAIS

14- Maçonharia: A Stranger Suruba Repitiliana. Pode isso?

Pegue a cartolina, a cola pritt e os barbantes, e venha desvendar conspirações com @MarcosKeller e @mauengler! Chega mais! Chega junto pra contatar os reptilianos pagodeiros na gringa, receber a sagrada pinguelada na língua, fazer receita de bolo na hora da paixão, trocar Nietzsche por uma namorada, e passar na prova mais difícil de todas: DO ENEM?… LER MAIS

13 – As Brothers da Girafa Paniquete. Pode isso?

Ouvidores e ouvidoras, monte no seu unicórnios alado e venha viajar pelo universo dos gifs de gatinho com @fada_do_dente e @shellypoison. Vamos dançar feito a peppa pig na rave, postar emoticon japonês, ser mãe de pet, hitar com o clone da Xuxa, nadar feito sereia de piscina, e comer cachorro quente com acompanhamento de açaí.… LER MAIS

12 – Macaco do coaching ensina webnamoro. Pode Isso?

Ouvintes, preparem seus corações e venham se juntar a perfumista e saboeira @MulherTamarindo, e ao Pikachu falante @wwwmlna, pra vender chinchila em shitdropping, expulsar o macaco prego de casa, raspar a bunda peluda pra evitar renite alérgica, e terminar com o webnamoro que geme babando no beijo liquidificador! (Download)


Antes de dar o Play que tal ajudar a gente doando só R$ 1 via Picpay?… LER MAIS

11 – Banheirão: adultério em cachoeiras privadas. Pode Isso!?

Queridos e queridas ouvintes, preparem o seus corações porque trouxemos para vocês a saborosa @anaelisabacon e a libertadora de softwares Paula Diniz @flakeight, que nos contaram sobre suas delinquências juvenis, o ódio eterno de ambientes de trabalho felizes, as vantagens de serem adultos e que a família tradicional brasileira tem sempre um segredinho escondido.LER MAIS